Início Cadeira 16 Celso Lobo de Resende

Celso Lobo de Resende

É o patrono da .

Celso Lobo de Resende, filho de Antônio Lobo de Resende e de Arlete Resende Lobo, nasceu no dia 1º de agosto de 1926, na cidade de Cataguases, em Minas Gerais.
Fez seus estudos primários em sua cidade natal e, em 1938, matriculou-se no Ginásio Municipal, vindo a cursar ali até a s segunda série. Transferiu-se para Belo Horizonte, onde terminou o curso ginasial, no Colégio Arnaldo. Freqüentou o Colégio Marconi para, em seguida, concluir o 2º grau com o curso científico.
Após passar no exame vestibular, me 1945, matriculou-se na Faculdade de Medicina da Universidade de Minas Gerais, vindo a diplomar-se em 1950.
Em 1949, era suplente de interno residente da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, passando a residente no ano seguinte e, depois de formado, a Assistente na 2ª Clínica Obstétrica.
Como sextanista do curso médico, participou da 4ª Semana Brasileira de Debates Científicos, em Salvador, na Bahia, apresentando o trabalho “Embrioma renal ou Tumor de Wilms”.
Foi interno estagiário em 1950 e, depois, Assistente Voluntário na Cadeira de Clínica Pediátrica Médica e Higiene Infantil da faculdade de Medicina.
Na 4ª Jornada Brasileira de Puericultura e Pediatria em Belo Horizonte, em 1952, foi relator oficial do tema “A doença de Chagas na infância”, em colaboração com o Dr. José Pellegrini.
Em 1953, foi co-relator do tema oficial “Fluidoterapia em Pediatria”, no 2º Congresso da Associação Médica de Minas Gerais, realizado em Belo Horizonte.
Na 2ª Jornada Médica, foi relator do tema “Eritroblastose fetal, diagnóstico e tratamento.
Compareceu como conferencista, em 1955, no 3º Congresso da Associação Médica de Minas Gerais, com o tema: Ex-sanguínea transfusão: “Eritroblastose fetal”.
Na Sociedade Mineira de Pediatria, apresentou, em 1952, um trabalho sobre “Megaesôfago”e, em 1954, outro trabalho, desta vez sobre “Duplo Arco Aórtico”. Em 1955, apresentou ainda outro, desta vez sobre “Dificuldade de Passagem do Cateter ao nível dos Ductos Venoso, durante a ex-sanguíneo transfusão”.
Entre as suas atividades didáticas estão: aulas de Puericultura no Curso de Observação às Estagiárias do interior, pela Legião Brasileira de Assistência (L.B. A) e aulas como Professor Substituto da Cadeira de Clínica Médica da Escola de Enfermagem Carlos Chagas.
Em 1954, freqüentou o Curso de Imuno-hematologia do Professor A.E.Mourant, em São Paulo, e estagiou no serviço de transfusão do Hospital das Clínicas no mesmo Estado.
Foi convidado pelo Excerpta Médica Foundation, em 1955, para colaborar na preparação da literatura médica, da seção de pediatria.
Atuou como instrutor voluntário de aulas práticas de Pediatria, em 1954, 1955 e 1956, na Cadeira de Clínica Pediátrica Médica e Higiene Infantil, na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi Assistente do 1º Curso de Clínica Pediátrica Médica de aperfeiçoamento e especialização para médicos, pelo Departamento Nacional da Criança, em Belo Horizonte, no ano de 1954, e do 2º Curso, em 1955.
Obteve por concurso, em 1957, a Livre-docência na Cátedra de Clínica Pediátrica Médica e Higiene Infantil acima referida, com a tese: “Contribuição para a técnica da ex-sanguíneo transfusão pela veia umbilical na Doença Hemolítica do recém-nascido”.
Em 1957, dava assistência nos Hospitais S. Vicente de Paula, e Vera Cruz, no berçário da Santa Casa de Misericórdia e nas casas de saúde e Maternidade São José e São Lucas.
Em 1960, freqüentou a clínica do professor Bo Valquist na Universidade de Upsala, na Suécia.
Após o concurso em que se classificou em 1º lugar, foi nomeado médico do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Comerciários (I.A.P. C).
Diplomou-se médico-sanitarista do Curso de Saúde Pública da Secretaria de Saúde e Assistência do Estado de Minas Gerais.
Publicou 22 trabalhos em jornais de Pediatria, revista médicas e Anais, no Brasil e exterior, entre os quais: “Enfermedad de Chagas” – (em colaboração com J, Pellegrino) – capitulo LXI do livro “Tratado de Las Enfermedades Infecciosas en La Infância”, dirigido por J. M. Sala Ginabreda em colaboração com P. Galtofell, A. Perez Soler e J. Albós Martinez. Barcelona. Editoral científico – Médica.
Em 1961, foi eleito Presidente da Sociedade Mineira de Pediatria. Faleceu em 23 de julho de 1962, vítima de acidente ferroviário.
“Dotado de uma inteligência privilegiada, de um espírito pesquisador, de grande capacidade realizadora, de uma personalidade marcante, aliada a uma modéstia e a uma simpatia cativantes, era uma das mais radiosas esperanças que se despotavam em nosso magistério superior” assim o definia o 1º titular da cadeira de nº. 16, Dr. Celso Clark de Lima.

Texto: Christobaldo Motta de Almeida

Ocupantes da Cadeira 16

Celso Lobo de Resende

01/08/1926 23/07/1962

Celso Clark Lima

Posse: 22/11/1970 - 20/12/1970

Hugo Junqueira Silviano Brandão

Posse: 10/03/1978 - atualmente

Renato Assunção Rodrigues da Silva Maciel

Posse: 24/11/2011 - atualmente
Cadeira anterior Cadeira 15
Próxima Cadeira Cadeira 17