Início Cadeira 63 José Nasciso Dias Teixeira de Queiroz Jr.

José Nasciso Dias Teixeira de Queiroz Jr.

É o patrono da .

Em Campos dos Goitacazes ou, resumidamente, Campos, na Província do Rio de Janeiro, nasceu José Nasciso Dias Teixeira de Queiroz Jr., filho de José Narciso Dias Teixeira de Queiroz e de Amélia da Cunha Teixeira de Queiroz, no dia 1º de maio de 1873.
Seu curso primário foi realizado na cidade natal e o secundário, no Liceu da mesma cidade.
Matriculou-se na Escola Militar da Praia Vermelha na cidade do Rio de Janeiro, onde cursou até o 3º ano, quando, adoentado com febre tifóide, interrompeu os estudos aos 22 anos de idade.
Dói restabelcer-se na Ilha de Mataripe, na Bahia de Todos os Santos, próximo a São Salvador, hoje Salvador, capital de Estado da Bahia.
Curado, matriculou-se na Faculdade de Farmácia de Salvador concluindo o curso em 1896.
Retorna ao Rio de Janeiro e matricula-se na Faculdade de Medicina e Farmácia da cidade, onde termina o Curso Médico em 1901, apresentando a tese de doutoramento: “Tratamento de hepatites supuradas”.
Inicialmente exerceu a profissão como médico de bordo da Mala Real Inglesa.
Em 1903, vai para Machado, em Minas Gerais, exercer a clínica médica.
Transfere-se, em 1905, para Queluz de Minas, hoje Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, onde exerce a medicina até 1952. Nessa cidade fundou a Santa Casa de Misericórdia, hoje Hospital Queluz, onde trabalhou até 1940. Fundou também outra Casa de Saúde, que teve o seu nome e atualmente é denominada Casa de Saúde São Camilo.
Esteve na França em 1912, fazendo cursos de cirurgia e ortopedia com Paul Reclus, durante oito meses, no Hospital “Hotel-Dieu”, o mais antigo de Paris e que é um do símbolo da caridade e da hospitalidade.
Em 1913, foi um dos precursores em Minas Gerais no emprego das anestesias, local e regional, preconizadas pelo Professor Paul Reclus.
Em Queluz de Minas, atraído pela campanha civilista de Rui Barbosa, empolgou-se com a política, exercida até os seus dias finais de vida. No início, no confronto com partidos locais teve como companheiro o Dr. Carlos Romeiro.
Atuou como conselheiro (vereador) de 1908 a 1912, de 1916 a 1918, de 1919 a 1922 e de 1927 a 1930, por quatro legislatura.
Ocupando a presidência do Conselho, foi Agente Executivo (prefeito) de 1928 a 1930. Voltou a ser prefeito de 1949 a 1950.
Apesar de estas atividades políticas com Dr. Guilherme Gonçalves, até 1921. Fez cirurgias também como Dr. Borges da Costa, na mesma cidade.
Durante 47 anos, serviu como cirurgião à população de Conselheiro Lafaiete, que o elogiava e o respeitava como médico competente, benquisto tanto pelos clientes quanto pelos colegas.
Faleceu em 23 de fevereiro de 1952.

Texto: Christobaldo Motta de Almeida

Ocupantes da Cadeira 63

José Nasciso Dias Teixeira de Queiroz Jr.

01/05/1873 23/02/1952

Rafael Bastos Pereira

Posse: 20/11/1970 - 01/03/1990

Orcanda Rocha Andrade Patrus

Posse: 14/12/1992 - 09/03/2009
Cadeira anterior Cadeira 62
Próxima Cadeira Cadeira 64