Início Cadeira 2 José Mariano Duarte Lanna

José Mariano Duarte Lanna

É o patrono da .

Nasceu José Mariano Duarte Lanna em Ponte Nova, Minas Gerais, no dia 22 de agosto de 1895, na casa onde residiam seus pais, Dr. José Mariano Duarte Lanna e Elisa Martins Lanna.
Seus estudos primários foram iniciados em 1904, na escola da professora Maria Elisa.
Os estudos secundários foram realizados no Colégio Caraça, ao qual alcançava por meio de viagem a cavalo. Ali cursou até o 3º ano ginasial, quando se transferiu para o Colégio Santa Rosa, em Niterói, no Rio de Janeiro, onde cursou a 4ª e a 5ª séries em um ano de estudos.
Após prestar exames de admissão, matriculou-se na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1913. Enquanto estudava medicina, residia no Instituto dos Surdos, onde lecionava.
Em 1918, ano em que terminaria o curso médico, vai para Ponte Nova com o seu colega de turma, de nome Salgado, trabalhar no combate à epidemia de gripe espanhola que assolava o país.
No início de 1919, volta ao Rio de Janeiro, para prestar exames finais e diplomar-se médico, apresentando a tese: “Da síncope”.
Fixa residência em Ponte Nova, para iniciar a vida profissional em abril de 1919.
É nomeado chefe do Posto de Higiene de Ponte Nova, em 1928, com a incumbência de atender vasta área territorial, desde Ubá até a região do Contestado, na divisa com o Estado do Espírito Santo.
Como clínico e sanitarista, exerceu a profissão por 45 anos, em Ponte Nova e municípios vizinhos, sendo um dos pioneiros da pediatria na região e o responsável pela Clínica Infantil do Hospital N. Senhora das Dores.
Eleito Prefeito de sua cidade natal, conseguiu construir o prédio que aloja o Centro de Saúde, onde passaram a ser prestados vários serviços:
1) Educação e propaganda sanitária, com palestras, aulas de higiene e cursos de educadores sanitários e parteiras.
2) Proteção à maternidade e infância, com lactário.
3) Profilaxia de doenças transmissíveis.
4) Emissão de carteiras sanitárias.
5) Vigilância sanitária, com inspeções aos estabelecimentos que comercializavam comestíveis.
6) Profilaxia da lepra, com isolamento dos doentes a amparo às famílias.

Os ambulatórios específicos tinham:

1) Gabinete dentário
2) Gabinete de Abreugrafia
3) Atendimento a tuberculose e aplicação de Pneumotórax
4) Sala para atendimento a paciente com doenças venéreas
5) Sala para vacinação
6) Clínica médica
Empreendeu várias campanhas sanitárias, abrangendo mais de vinte municípios circunvizinhos, editando boletins, combatendo surtos epidêmicos e doenças infecto-contagiosas.
Esteve sempre presente nos congressos de Higiene, em um dos quais apresentou um trabalho original sobre um surto epidêmico de Paralisia Infantil, o qual foi observado em Minas Gerais pela primeira vez.
Sua vida exemplar, na preservação da saúde individual e coletiva, com atuação profissional responsável, fez dele um exemplo no exercício da Medicina Preventiva. Fez escola, tendo vários seguidores que cultuam a sua memória.
Aposenta-se em 1956. Acometido de Enfisema Pulmonar, passa a residir em Belo Horizonte, para o tratamento iniciado em 1965, vindo a falecer em 1970. Foi sepultado em Ponte Nova.
Recebeu demonstrações de apreço e gratidão dos seus conterrâneos e de autoridades.

Ocupantes da Cadeira 2

José Mariano Duarte Lanna

22/08/1895 02/04/1970

Affonso Paulo d’Almeida Magalhães

Posse: 22/11/1970 - 01/02/1980

Ênnio Pinto Corrêa

Posse: 09/03/1981 - 01/02/1997

Edward Tonelli

Posse: 08/08/2000 - atualmente
Cadeira anterior Cadeira 1
Próxima Cadeira Cadeira 3