Início Cadeira 35 Hugo Furquim Werneck

Hugo Furquim Werneck

É o patrono da .

Hugo Furquim Werneck nasceu em 28 de setembro de 1878, na cidade do Rio de Janeiro. Seus pais eram Francisco Werneck de Almeida e Hortense Josefina Teixeira de Almeida.
Seus estudos primários foram realizados numa escola, em frente a sua residência, na rua São Clemente, no bairro do Botafogo, na mesma cidade.
Iniciou seus estudos secundários no Colégio Anchieta, em Nova Friburgo, no Estado do Rio de Janeiro, e os concluiu em Itu, no Estado de São Paulo.
Matriculou-se na Faculdade de Medicina e Farmácia do Rio de Janeiro, em 1895. Durante o período acadêmico, ganhou experiência ajudando seu pai, médico ginecologista de renome, nas “Casas de Saúde” Catta Preta, Marinho e Werneck.
Diplomou-se em 1901, com a tese: “Da salpingo ovarite e seu tratamento”. Em seguida foi nomeado médico do Hospital Jurujuba, em Niterói, no Rio de Janeiro e, posteriormente, da Maternidade de Laranjeiras.
Continuava a colaborar com seu pai e auxiliar o Conselheiro Catta Preta nas cirurgias.
Trabalhou nesste ritmo durante cinco anos, mas, exausto, adoeceu, sendo levado pelo seu pai à Suíça, para tratar-se no Sanatório de Inner-Arosa.
De volta ao Brasil, fazendo curta estada em Londres, teve uma recaída devido ao rigoroso inverno inglês. Aconselhado por um amigo, resolve residir em Belo Horizonte, nova capital de Minas Gerais, pelo clima afamado que tinha. Chegou à cidade em 21 de novembro de 1906 e permaneceu em repouso por dois anos até o restabelecimento total.
Em 1908 associou-se ao cirurgião Dr.Cornélio Vaz de Melo, trabalhando no seu consultório. Neste mesmo ano aceitou o convite do Provedor da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, para ser clínico, e oito anos mais tarde assume o cargo de Provedor.
Na Santa Casa organizou os serviços de cirurgia devido a sua grande prática obtida no Rio de Janeiro. Executou grandes cirurgias abdominais ginecológicas, sendo o pioneiro em ginecologia e obstetrícia e por ter criado a primeira enfermaria de ginecologia do Brasil.
Confeccionou uma mesa cirúrgica adequada às cirurgias ginecológicas. Esta mesa encontra-se hoje no “Hall da Fama” em Chicago.
Juntamente com colegas, fundou, em 1911, a Faculdade de Medicina de Belo Horizonte da qual foi o primeiro titular da Cadeira de Ginecologia. Em 1912, realizou o III Congresso Médico Brasileiro.
Em 1916, inaugurou a Maternidade Hilda Brandão, anexa à Santa Casa. Em 1918, tomou posse como membro da Academia Nacional de Medicina.
Construiu, a partir de 1920, o Sanatório Hugo Werneck anexo à Santa Casa, vindo a inaugurá-lo em 1922 passou a ser chamar Hospital São Lucas, destinado-se exclusivamente a pacientes pagantes.
Manteve-se como provedor da Santa Casa até 1926, ano em que foi eleito Diretor da Faculdade de Medicina para o período 1926-1927.
Na fazenda de Hugo Furquim Werneck, adquirida em 1921, foi iniciada a construção, em 1927, do Sanatório Hugo Werneck, que passou a funcionar por volta de 1929, sem nenhum vínculo com a Santa Casa. Este substitui até o 1º trimestre de 1979, quando foi vendido para a Fundação Obras Sociais da Paróquia da Boa Viagem. A Empresa Sanatório Hugo Werneck continuou existindo por exigência legal, sendo extinta em 1984.
Durante a guerra de 1914 – 1918 um grupo de pessoas pedia o afastamento das Irmãs de Caridade alemãs que serviam à Santa Casa. Hugo Werneck colheu pareceres de juristas notáveis, entre os quais Afonso Pena e Rui Barbosa, que opinaram pela permanência dessas irmãs.
Nas atividades profissionais,com suas magníficas aulas formou um grupo de discípulos que por muitos anos atuaram como eminentes cirurgiões, ginecologistas e obstetras, entre os quais citam-se José Camilo de Castro e Silva, Júlio Soares, Lucas Machado, Octaviano de Almeida,Octaviano Neves e Octávio Marques Lisboa.
Tomou parte em bancas examinadoras de vários Estados.
Lucas Machado assim descreve sua última cirurgia: “Um e espetáculo da mais profunda emoção. É que, lutando desesperadamente contra os implacáveis sintomas da moléstia, que procurava tolher-se a motilidade já altamente comprometida em um dos membros superiores, Werneck, ocultando com estoicismo as dores que os movimentos lhe causavam e diante dos seus assistentes silenciosos e comovidos, que fingiam não perceber aquela tragédia íntima, conseguia praticar com extraordinário brilho, a extração, por via vaginal, de um volumoso fibroma”.
Foi fundador e 1º Presidente do Banco da Lavoura de Minas Gerais, hoje Banco Real.
Teve importante atuação política, sendo eleito Membro do Conselho Deliberativo de Belo Horizonte, em 1916, cuja presidência ocupou até 1930.
Foi membro da comissão Executiva do Partido Republicano Mineiro e eleito, ao mesmo tempo, deputado Federal e à Constituinte Estadual de 1935, mas faleceu quinze dias antes da posse, em 19 de março.
Administrador nato, com moral forte era exigente e incansável batalhador, conseguiu importantes realizações para a nova capital do Estado de Minas Gerais.

Texto: Christobaldo Motta de Almeida

Ocupantes da Cadeira 35

Hugo Furquim Werneck

28/09/1878 19/03/1935

Jayme Eiras Furquim Werneck

Posse: 22/11/1970 - 01/03/1993

Luiz Carlos Vianna

Posse: 01/09/1995 - 01/03/2013

Selmo Geber

Posse: 05/11/2013 - atualmente
Cadeira anterior Cadeira 34
Próxima Cadeira Cadeira 36